Autor: José Robson

Quadro de Histórias

Quadro comparativa de histórias indicadas para a primeira e segunda infâncias. Como vimos nos artigos e aulas anteriores sobre as fases infantis, as histórias são escolhidas de acordo com as características de cada fase de desenvolvimento. Porém, as características são gerais, sem levar em consideração diversos pontos, tais como IDH, acesso a educação e cultura,
Saiba Mais 

Segunda Infância

A segunda infância, segundo Piaget, é marcada pelo domínio da lateralidade, a socialização, a cognição e a percepção de si. A curiosidade é o sinônimo da aprendizagem, da brincadeira, da descoberta… Na segunda infância, também conhecida como “pré-escolar”, que compreende aproximadamente crianças a partir de 3 anos até aproximadamente 6 anos, a criança entra na
Saiba Mais 

As Infâncias

As infâncias estão divididas em três fases, segundo Piaget. Há alguns psicólogos, ou profissionais de educação física que dividem apenas em duas as fases. Para nosso estudo, assumiremos três fases distintas: a 1ª , 2ª e 3ª infância. Cada criança responde aos estímulos a sua volta de forma única, de acordo com diversos fatores de
Saiba Mais 

Os Estilos de Contos e Histórias

A classificação de estilos de contos e histórias na classificação literária voltada para as crianças, ao meu ver, é um importante estudo da construção narrativa iluminando elementos que compõem sua estética. Para as crianças, que é a ouvinte, ou leitora fim de cada uma das divisões, esses elementos apenas tem a função de “causar” sensações
Saiba Mais 

A Oralidade do Narrador de Histórias

Bem antes de a humanidade possuir a escrita como hoje conhecemos, suas memórias e histórias sociais eram passadas de geração a geração pela oralidade, através de narradores dou mesmo em rituais, que lembram as dramatizações atuais de muitos povos. Essencialmente, um narrador de histórias é aquele que detém, cultural, ou socialmente, parte da história vivida
Saiba Mais 

As Histórias que Ouvimos

De forma geral, os contos tradicionais, fábulas, lendas e contos folclóricos causam uma grande atração aos pequenos, por apresentarem personagens estranhos ao mundo objetivo, ou descrevem terras e personagens distintos da sua época, realizando ações estranhas ao mundo em que vivem, ou apresentam personagens fantásticos em ações mágicas. Os educadores e pais sabem disso instintivamente
Saiba Mais 

Das Histórias para Crianças

Na literatura há diversas divisões e subdivisões. Cada qual com suas características de construção seja por estilo, época, extensão e, mais contemporaneamente, por grupo sócio comportamental. Especificamente sobre a literatura infantil, já lemos muitas matérias, artigos, estudos abordando fábulas, contos folclóricos, contos de fadas e maravilhosos e lendas. Ora, são divisões que ao longo de
Saiba Mais