História para Brincar de Queimada

HIstória para brincar com queimada

Brincadeiras com histórias” são atividades que mesclam contação de histórias interativas com as brincadeiras tradicionais e folclóricas brasileiras. Podem ser realizadas nas escolas, eventos infantis e em casa com a família. É uma novidade da Cia ArtePalco. Chame a Cia que levamos até você uma história para brincar de “queimada”, deixando seu evento ainda mais divertido.

O Desafio dos Bichos e o Macaco que não sabia Brincar

(para ser contada antes da brincadeira de queimada. Versão para narração.)

Era uma vez um grupo de animais da floresta que gostava de brincar juntos todos os dias. Um dia, eles decidiram desafiar um ao outro para ver quem conseguiria chegar ao topo da montanha mais alta da floresta. O desafio era grande, mas todos os animais estavam animados e prontos para competir.

Exceto por um deles: o macaco Beto. Beto era um pouco invejoso e não gostava de perder. Ele queria sabotar seus amigos para que pudesse ganhar o desafio. Durante a escalada, ele começou a jogar galhos e pedras nos competidores para que eles perdessem o equilíbrio e ficassem para trás. Mas um dos animais, um coelho chamado Juca, era muito ágil e conseguia desviar de todas as armadilhas que Beto criava.

Juca chegou ao topo da montanha primeiro, vitorioso. Seus amigos o parabenizaram, mas ficaram tristes quando descobriram que Beto tentou sabotá-los. Eles decidiram que ele merecia um castigo e Beto ficou de castigo por vários dias sem poder se divertir com as brincadeiras.

Beto ficou triste com a punição, mas entendeu que seu comportamento foi errado. Ele se desculpou com seus amigos e prometeu nunca mais tentar sabotá-los. Todos os animais da floresta voltaram a brincar juntos, felizes e unidos, aprendendo uns com os outros e enfrentando juntos todos os desafios que a vida lhes apresentava.

Versão da história em teatro de fantoches

Título: O Desafio da Montanha

Personagens:

  • Tartaruga
  • Porco-espinho
  • Gambá
  • Macaco

Cena 1: O palco mostra a floresta, com árvores, folhagens e arbustos. Os fantoches dos animais estão brincando juntos, quando um deles sugere um desafio para escalar a montanha mais alta da floresta. Todos concordam e combinam a competição para o dia seguinte.

Cena 2: No dia seguinte, os animais estão prontos para a escalada. O fantoche do macaco Beto, porém, fica um pouco triste e preocupado, e ninguém sabe o porquê.

Cena 3: A escalada começa e os animais estão se divertindo e competindo, até que começam a surgir obstáculos pelo caminho. O fantoche do macaco Beto começa a jogar galhos e pedras nos competidores para sabotá-los.

Cena 4: O Porco-espinho Juca consegue desviar de todas as armadilhas e chega ao topo da montanha primeiro. Todos os outros animais o parabenizam, mas ficam tristes quando descobrem que Beto tentou sabotá-los.

Cena 5: Os animais se reúnem e decidem que Beto merece um castigo. O macaco fica triste, mas entende que seu comportamento foi errado. Ele se desculpa com seus amigos e promete nunca mais tentar sabotá-los.

Cena 6: Todos os animais da floresta voltam a brincar juntos, felizes e unidos, aprendendo uns com os outros e enfrentando juntos todos os desafios que a vida lhes apresenta.

Versão com diálogos para a participação das crianças

Cena 1:

Porco-espinho, Tartaruga e o Gambá estão brincando juntos, quando de repente eles avistam uma montanha alta e decidem escalar até o topo.

Porco-espinho: Olhem só para aquela árvore alta. Vocês não têm vontade de escalar até o topo?

Tartaruga: Sim, parece divertido! Eu quero ir primeiro.

Gambá: Eu também quero subir. Mas vamos fazer uma aposta. Quem chegar ao topo primeiro ganha.

Cena 2:

Os animais começam a subir a árvore, mas o sabotador começa a jogar coisas neles, tentando impedir que eles cheguem ao topo.

Tartaruga: Ai, o que foi isso?

Porco-espinho: Parece que alguém está jogando coisas na gente.

Gambá: Quem está fazendo isso?

Cena 3:

O sabotador continua jogando coisas e apenas um dos animais consegue escapar de tudo e chegar ao topo.

Tartarura: Eu quase consegui, mas aquele sabotador não parava de me jogar coisas.

Gambá: Eu também tive que desviar de algumas coisas. Mas quem conseguiu chegar lá em cima primeiro?

Porco-espinho: (chegando no topo) Eu ganhei!

Cena 4:

Os animais descobrem quem foi o sabotador e decidem dar um castigo para ele.

Macaco: Descobrimos que foi você, Sabotador! Por que fez isso?

Macaco: (envergonhado) Eu só queria ganhar também, mas sabia que não conseguiria.

Porco-espinho: Não é legal trapacear. Você vai ficar de castigo por vários dias sem poder brincar com a gente.

Gambá: Esperamos que você tenha aprendido a lição.

Dicas para montar a história para brincar com queimada usando fantoches

  • O palco pode ser feito com uma caixa ou mesa coberta por um tecido verde que simule a floresta.
  • Os fantoches podem ser feitos com meias, luvas ou sacos de papel, decorados com olhos, nariz e boca de feltro ou cartolina.
  • Para a escalada, é possível usar tecidos para simular a montanha, com obstáculos como caixas de papelão, papel ou EVA para simular as pedras e galhos que Beto joga nos competidores.
  • Para a trilha sonora, pode-se usar músicas que remetam à natureza e à aventura, ou mesmo criar efeitos sonoros com objetos como folhas de papel, tambor ou chocalhos para representar os sons da floresta.

Como brincar de queimada

A brincadeira de “queimada” é uma atividade física muito popular entre crianças e jovens em todo o Brasil. Ela é uma forma divertida de promover atividade física e estimular a socialização. Além disso, a brincadeira de queimada pode ser uma ótima oportunidade para ensinar valores como respeito, cooperação e trabalho em equipe.

Origem da brincadeira de queimada

Não se sabe ao certo a origem da brincadeira de queimada, mas ela é uma das brincadeiras mais antigas praticadas por crianças e jovens no Brasil. Acredita-se que a brincadeira tenha sido introduzida no Brasil pelos portugueses, mas ela sofreu modificações e adaptações ao longo do tempo.

Estados brasileiros onde a brincadeira é mais praticada

A brincadeira de queimada é muito popular em todo o Brasil, mas é mais praticada em alguns estados. Entre os estados onde a brincadeira é mais popular estão São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Paraná e Santa Catarina.

Preparação dos participantes

Antes de iniciar a brincadeira de queimada, é importante preparar os participantes. É recomendável que todos estejam usando roupas confortáveis e tênis para evitar lesões. Além disso, é importante explicar as regras da brincadeira e garantir que todos saibam como jogar de forma segura.

Preparação do ambiente

O ambiente onde a brincadeira será realizada também deve ser preparado. É importante escolher um espaço amplo e livre de obstáculos, que permita que os participantes se movimentem com facilidade. Se for jogar ao ar livre, é preciso escolher um local sem riscos de acidentes, como buracos, pedras ou objetos cortantes.

Regras da brincadeira

A brincadeira de queimada é jogada com duas equipes. Cada equipe deve ter o mesmo número de participantes. O objetivo do jogo é eliminar todos os jogadores da equipe adversária, que são “queimados” quando são atingidos por uma bola.

A bola pode ser arremessada com as mãos ou chutada, dependendo da preferência dos participantes. É importante estabelecer algumas regras para evitar lesões e garantir que todos joguem de forma justa e segura.

Formas de ensinar algo com a brincadeira de queimada

A brincadeira de queimada pode ser uma ótima oportunidade para ensinar valores como respeito, cooperação e trabalho em equipe. Durante a brincadeira, é possível incentivar os participantes a ajudarem uns aos outros, a respeitar as regras do jogo e a trabal

har em equipe para vencer. Além disso, a brincadeira pode ser usada como uma ferramenta pedagógica para ensinar habilidades motoras, como coordenação, equilíbrio e velocidade.

Faixa etária adequada para brincar de queimada

A brincadeira de queimada é adequada para crianças a partir dos seis anos de idade. Para crianças mais novas, é importante adaptar as regras e o tamanho da bola para evitar lesões. É importante também garantir a supervisão de um adulto durante a brincadeira.

Conclusão

A brincadeira de queimada é uma atividade física popular em todo o Brasil, que pode ser usada como uma ferramenta pedagógica para ensinar valores e habilidades motoras. É importante preparar os participantes e o ambiente antes de iniciar a brincadeira e estabelecer regras para garantir a segurança e a justiça do jogo. Com essas orientações, a brincadeira de queimada pode ser uma opção divertida e educativa para crianças e jovens de todas as idades.